Peixinho da horta: benefícios e receitas!

5
(19)

Seguindo a linha de plantas PANC, ou seja, Plantas Alimentícias Não Convencionais, hoje vamos falar sobre o Peixinho da horta, uma planta que ainda é pouco conhecida na cozinha brasileira, mas que pode ser consumida até frita.

Além de ser conhecida por Peixinho da horta, você também pode encontrar essa planta sendo chamada de lambarizinho, lambari-de-folha, orelha-de-coelho e orelha-de-lebre, principalmente, por conta do seu formato.

Essa espécie é conhecida, inclusive, por ser rica em minerais como ferro, cálcio e potássio, além de ser uma grande fonte de fibras para o nosso corpo. No entanto, ainda não é tão popular na cozinha brasileira e pode ser muito mais explorada nesse sentido.

Porém, claro! Assim como grande parte das PANCs, o ideal é que você confirme com o seu médico se o consumo está liberado.

Se você gostou do tema e quer saber mais sobre como incluir o Peixinho da horta na sua alimentação, é só continuar acompanhando o artigo abaixo.

Nele, vamos te contar sobre os benefícios dessa planta e também te dar dicas sobre receitas para prepará-la. Acompanhe abaixo!

Taxonomia da planta Azedinha 

  • Reino: Plantae;
  • Família: Lamiaceae;
  • Género: Stachys;
  • Espécie: Stachys Byzantina.

Essa é uma espécie de planta com flor e também pode ser chamada de Stachys Lanata ou Stachys Olympica.

Características do Peixinho da horta

O Peixinho da horta é uma espécie nativa na Turquia e Armênia, mas também pode ser encontrada em países como o Irã. Nesses locais, é uma planta cultivada como ornamental mas também como fonte de alimento.

Essa planta, normalmente, floresce ao final da primavera e o processo se estende até o início do verão. É perene e herbácea, geralmente, com folhas cobertas de pequenos pêlos cinzas ou esbranquiçados.

O Peixinho da horta tem hastes longas e folhas arredondadas que podem ser consumidas. É uma espécie que pode atingir cerca de 80 centímetros de altura (e, no mínimo, 40 cm) – cada folha, no entanto, tem cerca de 10 centímetros de comprimento e 2,5 cm de largura.

O nome “Peixinho da horta” vem devido ao sabor que a planta apresenta ao ser consumida. Algumas pessoas dizem que o gosto é bastante parecido com a carne de algumas espécies de peixe – como o Lambari, por exemplo. Dessa forma, as folhas grossas e ligeiramente enrugadas podem ser consumidas de diversas formas e com diferentes modos de preparo.

O cultivo dessa planta é um processo fácil, já que ela tem uma boa adaptação. É importante ressaltar, inclusive, que além de ser usada como planta comestível, também tem características de planta medicinal.

Como preparar receitas com o Peixinho da horta?


Fonte: VegOrganico

Como já mencionado, o Peixinho da horta pode ser utilizado em diversos tipos de receita, sendo consumido, principalmente, frito e empanado. Uma das receitas mais tradicionais com a planta, nesse sentido, é chamada de peixinho frito.

Para fazer essa receita, você irá precisar de:

  • Algumas folhas do Peixinho da horta, a depender da quantidade do consumo;
  • Dentes de alho;
  • Suco de limão,
  • 2 gemas de ovo;
  • Farinha de trigo;
  • Farinha de rosca, se desejar.

Depois de separar os ingredientes, você vai precisar lavar com bastante cuidado todas as folhas do Peixinho da horta. Em seguida, corte o alho e acrescente o suco de limão em um pote com as folhas – esse é o momento de colocar sabor no prato!

Após esse processo, coloque as gemas dos ovos já batidas em um pote e coloque as farinhas separadas – esse é o momento de empanar as folhas do Peixinho da horta. Por fim, frite todas as folhas em olho quente e bom apetite! 

Quais as propriedades do Peixinho da horta?


Fonte: Saude na Cozinha

Quando pensamos nas propriedades do Peixinho da horta, é possível mencionar algumas importantes. Uma delas é que, além de ser rica em fibras, aspectos como potássio e cálcio também estão presentes na planta.

Além disso, também há diversas outras propriedades e benefícios. Acompanhe a lista abaixo!

  • Contém propriedades que ajudam em momentos de desconforto estomacal e na indigestão;
  • É rica em minerais e é uma ótima fonte de ferro;
  • Tem ação emoliente e, por isso, pode ser muito bem utilizada por pessoas com tosse ou com algum tipo de irritação na faringe;
  • O Peixinho da horta também tem uma ótima capacidade antioxidante;
  • É um alimento bastante acessível e de fácil cultivo;
  • O Peixinho da horta também pode diminuir irritações no pulmão e descongestionar.

Por fim, é importante ressaltar que o Peixinho da horta pode ser recomendado para crianças, idosos, gestantes e lactantes também.

Como plantar o Peixinho da horta?

Agora que já abordamos a respeito das características principais da planta Peixinho da horta e como prepará-la em uma receita, vamos falar um pouco sobre pontos importantes para seu plantio.

Acompanhe as dicas abaixo!

Clima

O Peixinho da horta prefere climas mais amenos e com baixa intensidade de sol. Além disso, não é uma planta que tolera muito calor e seu desenvolvimento pode ser retardado por conta disso. Justamente por esses motivos, é muito comum ver o Peixinho da horta nas regiões sul e sudeste do país.  

Rega

A rega do Peixinho da horta a deve ser feita de forma regular para que ela se mantenha úmida e em dias alternados.  Normalmente, para a hidratação, recomenda-se o uso de borrifador para as folhas. Além disso, é importante ter cuidado para não deixar o solo encharcado. 

Solo

O solo ideal para o Peixinho da horta é um que tenha características drenáveis e seja soltinho. Além disso, é preciso ser fértil e rico em bastante matéria orgânica.

Poda

A poda do Peixinha da horta quase nunca é necessária, já que esse processo, na verdade, é durante a sua colheita. Pode acontecer de algumas espécies secundárias ou raminhos pequenos brotarem ao lado da planta e, caso você desejar, é possível retirá-los.

Esperamos que o artigo sobre a planta Azedinha tenha sido útil e, qualquer dúvida, não esqueça de deixar nos comentários. Aproveite o tempo no blog e leia também sobre a planta Azedinha – outra da série de plantas PANCs.

O que você achou desse conteúdo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 19

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *